EN PT Peregrinação Nazaré-Fátima (Caminho Poente) Julho17  

Caminho Poente_Julho
Post 0 (antes da partida)

“Seis Aparições, Seis Peregrinações”
Caminho Poente, Nazaré-Fátima, Julho17
Terceira, das seis peregrinações do projeto deste ano, desta feita para as celebrações do Centenário da Aparição de Julho.
Pequena Peregrinação, de pouco mais de 50 quilómetros, dedicada às pequenas coisas da vida…

Caminho Poente , ligando a cidade da Nazaré ao Santuário de Fátima (52km). Caminho marcado, georeferenciado e aberto em Agosto de 2016 pela Associação de Amigos dos Caminhos de Fátima. Este é provavelmente o caminho mais duro e mais bonito dos quatro caminhos peregrinos assinalados pelos campos rumo a Fátima.

Post 1 – Dia 1
"Seis Aparições, Seis Peregrinações"
Caminho Poente, Nazaré-Fátima, Dia 1
Peregrinação dedicada às pequenas coisas da vida... que fazem toda a diferença, quando as valorizamos.
A pequena coisa de hoje... a amizade. Obrigado AMIGOS!
Primeiro dia, 14 Km a ligar Nazaré a Cóz, quase sempre por estrada florestal, com muita muita areia.
Este Caminho é muito especial. Liga dois Santuários únicos. A adoração a N.S. da Nazaré no Sítio é tão antiga como Portugal e tão relevante que muitos Reis a visitaram, levando mesmo a que a vila, em baixo junto ao mar, mudasse o nome para Nazaré.
A imagem que desde o Sec. VIII é adorada, representa Maria de Nazaré a dar de mamar a Jesus e, diz a lenda, terá sido esculpida por o próprio José.
Outra curiosidade para os meus amigos Brasileiros que veneram N.S. Aparecida. Esta imagem é também ela uma representação de Nossa Senhora de cor negra.

Post 2 – Dia 2
"Seis Aparições, Seis Peregrinações"
Caminho Poente, Nazaré-Fátima, dia 2
Segundo dia, 20 Km, a ligar Cóz a Livramento (Porto de Mós). Dia de muito calor, mesmo começando a caminhar às 06h00, com a subida das Pedreiras a deixar pequenas marcas.
Hoje, a pequena coisa da vida, que pode fazer toda a diferença quando valorizada, é a bondade.
Quem já peregrinou, certamente já sentiu, a bondade genuína, de quem oferece o que tem, e da alegria de quem recebe e de quem dá.
Hoje, ofereceram-nos umas peras deliciosas no exato momento em que nos faziam falta.
"O peregrino não pede, o peregrino agradece."
Não posso deixar de mencionar outros exemplos de pura bondade. Associação Humanidades acolhe jovens, mulheres, mães, numa altura da sua vida em toda a ajuda é pouca. No ano de NSRF, no ano da mãe, lembrar esta extraordinária Associação e apelar a que a ajudem é obrigatório.
A Associação de Amigos dos Caminhos de Fátima e o seu incrível trabalho na marcação, preservação e divulgação dos caminhos, é de um altruísmo precioso e merecedor de apoio.
Dar é uma felicidade maior ainda que receber !

Post_3 – Dia 3 – Depois da chegada
Seis Aparições, Seis Peregrinações
Caminho Poente, Nazaré-Fátima, dia 3
Terceiro dia, 20 Km a ligar Livramento ao Santuário de Fátima.
Novo início às 06h00 para andar o mais possível antes do calor chegar em força. O Caminho continua a subir mais um par de horas, mas a beleza da natureza que nos rodeia torna tudo mais fácil.
Hoje, a pequena coisa da vida que pode fazer toda a diferença quando valorizada, é o riso.
Seja o sorriso cordial, o riso de divertimento, o riso de alegria pelo sucesso de familiares e amigos, o riso impossível de conter pelo objetivo alcançado, seja a gargalhada espontânea que resulta de uma brincadeira... Rir faz bem à alma!
Obrigado a todos pelo apoio.
Obrigado a todos os que me fazem sorrir, rir e gargalhar!
BOM CAMINHO